A proprietária de um estabelecimento comercial localizado em Campina Grande, no Agreste da Paraíba, registrou um Boletim de Ocorrência (BO) após receber reclamações de um cliente.

(Foto: Reprodução)

 

Com nome mantido sob sigilo, o consumidor teria supostamente se incomodado pelo fato de ser atendida por um negro. O caso ganhou repercussão nesta quinta-feira (10/12), data em que Mairam Moura, 6ª Delegada Distrital, teve acesso ao documento.

Para ler a matéria completa no Metrópoles, parceiro da Banda B, clique aqui.