O rio Taquari, no Rio Grande do Sul, atingiu o maior nível da história ao ultrapassar a marca de 31 metros na madrugada desta quinta-feira (2). O recorde anterior era de 29,9 metros, registrado em 1941.

rio-taquari
Foto: Reprodução/X/MetSul

Rio chegou a 31,8 metros às 6 horas da manhã. O nível é o maior registrado na história do Taquari, segundo boletim do Serviço Geológico do Brasil. A altura também ultrapassa o nível das enchentes de setembro de 2023, que chegou a 29,5 metros.

Defesa Civil orientou moradores do Vale do Taquari a saíam de suas casas. “É orientação expressa que os moradores dos municípios de: Santa Tereza, Muçum, Roca Sales, Arroio do Meio, Encantado e Lajeado deixem áreas de risco e procurem abrigos públicos ou outro local de segurança”, disse o órgão.

Estado de calamidade no RS

O governador Eduardo Leite (PSDB), decretou estado de calamidade pública no estado. As chuvas e enchentes foram classificadas como desastres de nível 3 -“caracterizados por danos e prejuízos elevados”.

O decreto tem um prazo de 180 dias. “A situação de anormalidade declarada em âmbito estadual por este Decreto, não obsta o início ou o prosseguimento da declaração em âmbito local pelos Municípios, que poderão avaliadas e homologadas pelo Estado”, diz o texto.

26503172-high
VENÂNCIO AIRES (RS), 01/05/2024 – Devido à baixa momentânea da inundação, ocasionada pelas fortes chuvas e transbordamento do Arroio Castelhano, algumas ruas de Venâncio Aires, tiveram o acesso liberado. Alguns moradores, arriscam-se a andar na rua alagada numa tentativa de retornar às suas residências atingidas. (Foto: Leandro Osório/Ato Press/Folhapress)

Rio Grande do Sul tem 13 mortes pelas chuvas. Os óbitos foram registrados em Paverama (2), Pantano Grande (1), Itaara (1), Encantado (1), Salvador do Sul (2), Segredo (1), Santa Cruz do Sul (1), Santa Maria (3), São João do Polênise (1).

Há 21 desaparecidos em cinco cidades. São elas: Candelária (8), Encantado (6), Roca Sales (4), São Vendelino (2) e Passa Sete (1).

Lula e Eduardo Leite vão a Santa Maria

A previsão é de que a aeronave com o presidente parta da Base Aérea de Brasília às 7h30. Ele deve viajar à região com os ministros Paulo Pimenta (Comunicação Social), Waldez Góes (Integração e Desenvolvimento Regional), Renan Filho (Transportes), Jáder Barbalho Filho (Cidades) e Rui Costa (Casa Civil).

Reunião com Eduardo Leite ocorrerá na Base Aérea de Santa Maria, após sobrevoo às regiões afetadas. A informação consta na agenda oficial do presidente, que deve retornar à capital ainda nesta quinta.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Chuvas no RS: nível do Rio Taquari passa de 30 metros pela primeira vez na história

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.