Boletos bancários pagos até as 13h30 passam a ser compensados no mesmo dia a partir desta sexta-feira (15). A modalidade, chamada de D+0, fará parte das operações em conjunto com compensações com prazo de um dia útil, o D+1.

Foto: Agência Brasil

A compensação depende do contrato da empresa ou operadora de serviços com instituição financeira. Pagamentos feitos após esse horário serão compensados no dia útil seguinte. A modalidade engloba 136 bancos e será obrigatória.

A Febraban (Federação Brasileira de Bancos) afirma que nada muda para quem vai pagar o boleto. A alteração ocorrerá para o credor do documento, que é quem irá receber o dinheiro.

Walter Faria, diretor-adjunto de serviços da Febraban, diz que a mudança trará agilidade e beneficiará o comércio, especialmente o varejo online, que poderá realizar entregas mais rápidas e receber os valores antes.

“No início, a estimativa é que cerca de 57% dos boletos possam ser processados no mesmo dia, enquanto 43% no prazo D+1. Quando estiver totalmente implantada, a ideia é iniciar os estudos para trazer toda a liquidação de boletos para o prazo D+0.”

Em 2023, 4,2 bilhões de boletos bancários foram pagos, somando um total de R$ 5,8 trilhões movimentados no país. Qualquer pessoa física ou jurídica pode fazer uma cobrança por meio de boletos bancários, basta ter uma conta bancária e contratar o serviço junto ao banco.

Os boletos bancários foram criados em outubro de 1993, pelo Banco Central, e entraram em vigor em janeiro de 1994. Em julho do mesmo ano, o Brasil implantou o Plano Real, que mudou a moeda e estabilizou a inflação.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Boletos passam a ser compensados no mesmo dia a partir desta sexta

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.