Após ser barrada em uma unidade do Supermercados Guanabara, no Rio de Janeiro, por estar sem máscara, uma mulher tirou sua calcinha e a colocou no rosto. Mesmo assim, segundo o supermercado, sua entrada não foi permitida. O caso aconteceu na terça-feira (28).

Em vídeo que circula na internet, uma cliente grava a cena e diz: “Olha o que a mulher fez, gente. Pode isso? A mulher tirou a calcinha e botou na cara. Pensei que eu tinha visto de tudo nesta vida”.

A assessoria do supermercado confirmou a autenticidade da gravação, mas não informou em que unidade a situação ocorreu.

“Como medida de proteção para todos os nossos funcionários e clientes, a rede não está permitindo a entrada sem uso de máscara nas suas 26 lojas, seguindo as recomendações dos órgãos de saúde públicos”, disse o supermercado em nota.

Passou a valer na última quinta-feira (23), na cidade do Rio, decreto que prevê o uso obrigatório de máscaras de proteção nas ruas, nos estabelecimentos comerciais e nos meios de transporte para conter a disseminação do novo coronavírus.

O Rio é o segundo estado do país com mais casos confirmados da doença (8.504). Mais de 700 pessoas já morreram infectadas pelo vírus.