O último bilhete escrito por Elis Jade do Nascimento, de 28 anos, emocionou a enfermeira Fernanda Moraes, uma das profissionais de saúde que atuam na linha de frente contra a pandemia na Maternidade Dona Evangelina Rosa, em Teresina. A mensagem da paciente dizia: “A luta é grande. Só Deus sabe o que passa. Orem pela minha alma”. Ela morreu em decorrência da Covid-19 no último domingo, dia 2, quando já havia perdido o bebê prematuro e, poucos dias antes, perdera a mãe, infectada também pelo novo coronavírus. As informações são do Extra.

(Foto: Facebook)

 

Fernanda se despediu da paciente, por quem criou laços afetivos ao longo do período de internação, por meio de uma postagem em seu perfil do Facebook. Ela relatou ter trabalhado na assistência ao parto, na expectativa do nascimento de uma criança, mas foi “surpreendida pela perda de uma paciente muito querida por todos da UTI materna”.

Para ler a matéria completa no Extra clique aqui.