Nova função do Tinder anunciada nesta segunda-feira (23) permite que amigos e familiares acessem o aplicativo de relacionamentos para indicar possíveis matches ao usuário.

tinder
Foto: Pixabay

O recurso chamado “matchmaker” permite convidar pessoas não registradas no Tinder. Porém, quem ainda escolhe se quer iniciar uma conversa é o outro usuário do aplicativo, que precisa dar like.

Além do Brasil, o “matchmaker” já está disponível nos seguintes países: Estados Unidos, Austrália, Canadá, França, Alemanha, Índia, Indonésia, Japão, México, Coreia do Sul, Espanha, Tailândia, Reino Unido e Vietnã. Segundo a empresa, deve ser lançado no restante do mundo nos próximos meses.

Usuários do Tinder podem compartilhar um link de convite com até 15 amigos em um período de 24 horas. A opção está nas configurações do aplicativo.

Após clicar no link, o “cupido” pode fazer login no aplicativo ou continuar como convidado, caso passe por uma verificação de idade e concorde com os termos de uso do Tinder. A experiência dura 24 horas.

Ao convidado cabe apenas recomendar perfis para o usuário do Tinder, sem poder conversar ou enviar mensagens em nome dele.

Encerrada a sessão, os usuários do Tinder terão a oportunidade de revisar os perfis recomendados para eles.

Caso um perfil recomendado dê like no usuário, aparecerá com o selo “recomendação”. Se não houver like, nada muda.

“O usuário do Tinder ainda toma a decisão final sobre quem arrastar para a direita para tentar um match, mas agora sabendo por quem seus amigos estão torcendo”, diz empresa.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Amigos e familiares poderão ser cupidos no Tinder para ajudar a dar match

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.