O governador do Amapá, Waldez Góes (PDT), ao lado do prefeito de Macapá, Clécio Luis (Rede), anunciou na manhã desta sexta (15) o “lockdown” em todo o estado por dez dias.

Divulgação Governo do Amapá

A medida começa a valer na terça (19). Além disso, a capital, Macapá, terá também rodízio de veículos, como em São Paulo, com distinção entre placas pares e ímpares.

Os serviços essenciais continuam funcionando, mas aqueles que burlarem a nova lei, se deslocando sem motivos relacionados a tais serviços, podem ser multados.

O estado já havia adotado medidas de restrição desde 18 de março. No dia 30 de abril, o Amapá tinha registrado 34 mortes; até esta sexta (15), são 101.