Uma falsa despachante, que dizia ter ‘contatos’ para liberar documentos na Marinha, foi alvo do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), nesta sexta-feira (14), em Paranaguá, no Litoral do Estado. De acordo com o Ministério Público do Paraná (MPPR), a suspeita lesava pessoas que a procuravam para obter os serviços, cobrando mais por isso.

image-1-4
Foto: AEN/Arquivo

“No entanto, após receber o dinheiro das vítimas – sempre em valores maiores que os cobrados pela média de despachantes – ela não cumpria sua parte na contratação”, cita o MPPR.

Durante a Operação Arrais, foi cumprido um mandado de busca e apreensão domiciliar e apreendidos celulares da investigada.

O termo “arrais” é usado para identificar a pessoa que pilota embarcações.

Serviço

O Núcleo de Paranaguá do Gaeco informa que está à disposição para receber informações de outras pessoas prejudicadas pelo golpe. O endereço de contato é Alameda Coronel Elysio Pereira, 722, Bairro Estradinha.

O telefone e o e-mail são (41) 3424-0566 e [email protected].

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Falsa despachante que dizia ter ‘contatos’ na Marinha para liberar documentos é alvo do Gaeco no Litoral

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.