Na última quinta-feira (3), o deputado federal e secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex (PSD), e o prefeito de Morretes, Sebastião Brindarolli Júnior (PSD), estiveram na histórica Igreja da América para anunciar a assinatura de um convênio que destina R$ 10,440 milhões para a tão aguardada pavimentação da Estrada da América, em uma extensão de 7 mil metros e 42 mil metros quadrados de área. O evento contou com a presença de moradores locais, autoridades e representantes da comunidade.

Estrada com mais de 200 anos em Morretes receberá pavimentação para atender produtores rurais
A Estrada da América, em Morretes, tem mais de 200 anos.
Foto: Divulgação.

A Estrada da América tem mais de 200 anos e atende a centenas de produtores rurais de Morretes. Segundo a Prefeitura, cerca de três mil pessoas residem no local e, por dia, aproximadamente 700 veículos transitam pela via, que desempenha um papel fundamental no escoamento de produção agrícola.

A região da Estrada da América conta com três escolas rurais, um posto de saúde, três igrejas, estrutura de captação de água (que distribui por todo o município), bem como a Estrada de Ferro, que cruza as comunidades locais. Diversas comunidades serão beneficiadas, tais como: Marumbi, Fartura, Pantanal, América de Baixo, América de Cima e Cruz Alta.

Por isso, a pavimentação da estrada representa um marco importante para o desenvolvimento e a mobilidade da região. O projeto anunciado em 2021, que tem como prioridades a sustentabilidade ambiental e a segurança viária deve sair do papel.

Durante o evento, o prefeito Brindarolli Júnior destacou o compromisso da Gestão Municipal em alcançar esse objetivo tão almejado.

“Estamos progredindo de forma consistente e realizando passos concretos em direção à pavimentação da Estrada da América. Nosso compromisso com a comunidade e com o desenvolvimento sustentável da região é inabalável”,

disse.

O projeto considerou não apenas o impacto positivo na infraestrutura, mas também a preservação ambiental. O concreto foi o material escolhido para realizar o pavimento, pois “contribuirá para uma menor retenção de calor em comparação ao asfalto, além de proporcionar um coeficiente de frenagem superior, o que auxilia na prevenção de acidentes”, conforme o prefeito.

Leia a matéria completa no JB Litoral, parceiro da Banda B.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Estrada com mais de 200 anos em Morretes será pavimentada para atender produtores rurais

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.