O Vaticano reiterou na segunda-feira, 2, que os comentários do papa Francisco sobre a união civil de casais homoafetivos, parte do documentário Francesco, lançado em outubro no festival de cinema de Roma, não simbolizam mudanças na doutrina.

(Foto: Divulgação)

 

No documentário, o papa defende o direito dos gays de formarem família e ressalta a necessidade de leis de união civil para casais do mesmo sexo.

Os comentários do papa agradaram aos liberais e suscitaram pedidos de esclarecimento por parte dos conservadores. O diretor do documentário, Evgeny Afineevsky, não comentou a nota do Vaticano.