O Vaticano deu um pequeno passo nesta segunda-feira no histórico debate obre a conveniência de abolir o celibato para os sacerdotes e a concessão de ministérios oficiais às mulheres. Em outubro será realizado em Roma um sínodo de bispos para tratar dos problemas da Amazônia, e o documento de trabalho publicado nesta manhã anuncia que será proposta a ordenação de homens casados para poder garantir os sacramentos nas áreas mais remotas. Uma ideia já esboçada pelo Papa em outras ocasiões e que agora adquire status oficial, mas que terá de ser avaliada e ratificada depois da reunião de outubro.

Foto: Reprodução Instagram
Para ler a matéria completa no El País, clique aqui.