Samuel Alito, juiz da Suprema Corte dos EUA, ordenou nesta sexta (6) que os locais de apuração da Pensilvânia separem os votos que chegaram depois do dia da eleição dos que foram recebidos até aquela data.

Sua decisão afirma que esses votos podem seguir sendo contados, mas precisam ser apurados de forma separada, segundo a CNN e o canal MSNBC.

A ordem reafirma uma determinação que já estava em vigor no estado. A Pensilvânia determinou que consideraria válidos todos os votos que chegassem até esta sexta-feira (6).

 

Reprodução KievSergey Dolzhebko/EPA/Agência Lusa

 

 

O presidente Donald Trump diz que cédulas recebidas depois do dia da eleição, 3 de novembro, são ilegais, e busca retirá-los da apuração com ações na Justiça.

Nos EUA, os estados têm autonomia para definir suas regras eleitorais, e cabe à Justiça comum decidir sobre eventuais erros. Não há um órgão federal dedicado a organizar o processo.

Matérias Relacionadas