Setembro de 2020 foi o mês mais quente da história. A informação foi divulgada pelo C3S (Serviço Europeu de Mudanças Climáticas Copernicus) nesta quarta-feira (7/10). O registro é 0,05°C superior ao visto em setembro de 2019, que detinha o recorde até agora. O serviço de meteorologia levou em consideração temperaturas do mundo todo na análise.

 

 

 

Conforme o relatório, a tendência é que as temperaturas se mantenham elevadas em 2020. Com isso, este ano pode se tornar o mais quente já registrado por cientistas, superando 2016.

Para ler a matéria completa no Portal Metrópoles, parceiro da Banda B, clique aqui.