Um adolescente passou por um procedimento cirúrgico após ficar com um peixe-agulha atravessado no pescoço. O caso aconteceu na Indonésia e foi divulgado pelo portal ‘Makassar Terkin’, na última segunda-feira (20).

Reprodução

O caso aconteceu no vilarejo de Buton (província de Sulawesi Oriental). Para salvar o adolescente, cinco médicos participaram de uma cirurgia que durou cerca de duas horas.

Ao ‘Makassar Terkin’, especialistas disseram que em casos como esse é melhor que o peixe fique preso ao pescoço, para evitar sangramentos.

Parte do crânio do adolescente foi perfurado e ele segue internado em estado grave.