Após provocar tumulto durante um voo, um homem foi preso ao banco do avião com fita adesiva pelos outros passageiros. É o que informa o site do tabloide britânico Mirror. Vídeos e fotos do incidente também circulam nas redes sociais.

O caso aconteceu em uma viagem doméstica da companhia aérea russa S7 Airlines. Segundo informações do site, o homem estaria bêbado e teria ficado agressivo após tentar invadir a cabine do piloto, dizendo que queria “ter uma palavra” com ele.

Foi quando os outros passageiros resolveram intervir na situação e o amarram a um assento vazio na classe executiva, usando fita adesiva. O homem ficou preso no banco durante as quatro horas da viagem de Mineralnye Vody para Novosibirsk, na Sibéria.

Homem é preso ao assento do avião com fita adesiva – Divulgação

Quando o avião pousou, o passageiro foi preso pela polícia por violar a ordem pública. Segundo o Mirror, o homem continuou tentando atacar verbalmente os policiais de plantão. Uma investigação criminal foi aberta e ele pode pegar até cinco anos de prisão.

“Os policiais levaram o homem à delegacia, mas ele continuou com seu comportamento selvagem. Ele abusou verbalmente dos policiais de plantão e tentou atacá-los”, disse um porta-voz do Ministro do Interior da Rússia.

Em outros vídeos em que ele está dentro de uma cela, o homem implora para ser libertado e diz que não se lembra de nada do que aconteceu durante o voo.

Por conta do caso, Igor Trunov, presidente da União dos Advogados da Rússia, pediu que algemas de plástico sejam oferecidas à tripulação em todos os voos para que os comissários possam lidar com passageiros descontrolados.

“Temos kit de primeiros socorros para emergências. Também devemos ter equipamentos especiais para situações em que esses passageiros estão correndo para chegar aos pilotos”, disse. Segundo ele, esse tipo de algema de plástico é bem macia, mas não é possível arrancá-la.