Stephen Pettitt Foto: Reprodução/Twitter(@AsifPatel79)

Uma cirurgia cardíaca realizada no Freeman Hospital (Newcastle) terminou em morte por causa de um erro cometido por um robô.

A operação foi realizada em 2015, mas só agora o caso foi concluído, após exaustiva investigação do Sistema Público de Saúde (NHS) e da polícia. Stephen Pettitt, de 69 anos, sofreu falência múltipla dos órgãos após fracassado procedimento para substitução da válvula mitral.

No meio da cirurgia, o septo interatrial (parede muscular da porção superior do coração) foi perfurado acidentalmente, provocando hemorragia. Cirurgiões tiveram que abrir o tórax do paciente de emergência, mas não obtiveram êxito.

Para ler a matéria completa no Portal Extra clique aqui.