(Foto: EBC)

 

Os grupos de WhatsApp podem se tornar invasivos e tomar muito tempo de seus integrantes. E, por enquanto, é impossível evitá-los por completo já que qualquer um dos seus contatos pode criar um grupo e incluir você sem permissão.

As notificações constantes, as trocas de memes e as mensagens dos membros mais ativos – que usam o aplicativo tarde da noite – fazem com que muitos encarem com preocupação ser incluído num novo grupo.

Mas isso deve mudar em breve.

A plataforma de mensagens está desenvolvendo uma função para impedir que as pessoas sejam incluídas em grupos sem permissão prévia. A informação foi revelada pela WABetaInfo, um site conhecido por divulgar novidades do WhatsApp.

Trata-se de uma opção que poderá ser ativada dentro do menu de configurações do aplicativo e obrigará os usuários a enviar convites antes de criar um grupo.

Esses convites vão durar no máximo 72 horas, segundo o WABetaInfo.

Se não forem respondidos, serão eliminados automaticamente.

Além disso, será possível selecionar de quem você quer receber eventuais convites para grupos. As opções serão: de todo mundo, dos seus contatos ou de ninguém.

Ou seja, os usuários poderão optar por dar adeus às conversas coletivas, se quiserem.

Em 2018, o aplicativo lançou uma função similar para o WhatsApp Business, uma versão do serviço focada para a gestão empresarial. O objetivo é evitar que as empresas sejam incluídas em grupos sem consentimento.

No entanto, ainda não há data prevista para essa opção ser disponibilizada para o público em geral. Uma versão beta já está disponível para usuários de iOS.

Para ler a matéria completa na BBC Brasil clique aqui.