Era para ser Sarah ou Caroline, mas os pais resolveram homenagear a parteira e o nome escolhido acabou sendo Corona, contou o “Daily Star”.

Corona Newton, moradora da Grande Manchester (Inglaterra), diz ser vítima de chacotas desde que se entende por gente. As informações são do Extra.

Corona Newton: bullying na pandemia Foto: Reprodução/Facebook

 

“As pessoas me chamavam de Guinness e Budweiser”, disse a inglesa, referindo-se a marcas de cerveja, como a Corona.

Porém, com a pandemia do coronavírus, o bullying se tornou ainda mais intenso e cruel. A funcionária pública, de 55 anos, afirma que as pessoas agem com desdém ao tomar conhecimento do seu nome.

Para ler a matéria completa no Extra clique aqui.