A mulher acusada de ser uma assassina de aluguel na Inglaterra foi presa na madrugada de terça-feira (2), duas semanas após ser condenada por tentativa de homicídio.

Aimee Betro foi localizada em seu apartamento nos arredores de Yerevan, capital da Armênia. A polícia fazia buscas por ela nos Estados Unidos, mas amigos e familiares alertaram que Aimee morava na Armênia e trabalhava como DJ. Eles diziam que ela não parou de atualizar as redes sociais, mesmo foragida.

Ela foi presa após imprensa revelar sua localização. O site MailOnline conseguiu rastrear Aimee até um condomínio na periferia de Yerevan por fotos nas redes sociais e repassou as informações às autoridades policiais.

assassina-de-aluguel
Foto: Reprodução

Aimee deve ser extraditada ao Reino Unido, onde deve ser formalmente presa quando o avião pousar. Moradores contaram ao MailOnline que não sabiam do passado de Aimee e ficaram horrorizados com toda a situação.

Ela foi condenada por tentativa de assassinato. Segundo a investigação, Aimee foi contratada pela deep web para matar o dono de uma loja de roupas em Birmingham em 2019. Os mandantes do crime foram identificados como Mohammed Nazir e Mohammed Aslam, pai e filho, que queriam se vingar do lojista após uma discussão.

Aimee se disfarçou com um hijab, o véu islâmico, no dia do crime. A vítima Sikander Ali estava chegando em casa de carro quando foi abordado por ela, mas a arma falhou. Neste momento, ele conseguiu dar ré e fugir. No dia seguinte, Aimee voltou ao endereço, disparou três vezes em direção à casa, mas não feriu ninguém.

Segundo a acusação, ela teria gritado: “Onde você está se escondendo? Pare de brincar de esconde-esconde”. Dois dias depois, ela voltou aos Estados Unidos sem cumprir o acordo.

Os envolvidos no caso só foram condenados em junho deste ano. Além de Aimee, Mohammed Nazir e Mohammed Aslam foram considerados culpados por conspiração para homicídio. As sentenças serão divulgadas em 9 de agosto.

Quem é Aimee Betro

É natural da cidade de Stevens Point, em Wisconsin, EUA. Ela é filha de Jeanne Johnson, uma ex-despachante de uma empresa de transporte rodoviário, e Stephen Betro, que atualmente cumpre pena em uma prisão de Wisconsin por delitos relacionados a drogas, segundo o The Mirror.

Formação em design gráfico. Segundo seu perfil no LinkedIn, ela frequentou escolas locais antes de se formar em design gráfico pela Milwaukee Area Technical College e já trabalhou na área.

Ela trabalhou como representante de vendas por telefone para o time de beisebol Milwaukee Brewers por anos. Ainda conforme a rede social, Betro também já foi cuidadora de cães.

“Turistando” antes de tentativa de assassinato. Imagens publicadas nas redes sociais por Betro -mas não apresentadas em tribunal- mostram que ela supostamente passou os dias que antecederam o crime visitando pontos turísticos e raves por toda a Grã-Bretanha, segundo o The Telegraph.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Mulher acusada de ser assassina de aluguel na Inglaterra é presa na Armênia

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.