Marcello Natali reclamou em um canal de TV italiano da falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para tratar pacientes com coronavírus. Dias depois da entrevista, o médico morreu por conta da doença.

(Foto: Reprodução)

 

O italiano, de 57 anos, disse que as luvas de látex tinham acabado e que os médicos não estavam preparados para crise de saúde que atinge a Europa.

“Certamente não estávamos preparados para enfrentar tal situação. Também por causa da nossa geração, da era mais antibiótica – que cresceu pensando que uma pílula contra a doença era suficiente”, disse o médico ao canal Euronews.

O agente de saúde estava em Cremona, na Itália, uma região considerada “zona vermelha”, ou seja, com muitos casos confirmados do Covid-19. Ao contrair a doença, Natali foi transferido para Milão, onde contraiu pneumonia dupla e morreu.

Para ler a matéria completa no MSN clique aqui.