Uma mulher, de 22 anos, foi condenada a dois anos de prisão após ser acusada de serrar e decepar a própria mão para receber o dinheiro de apólices de seguro. O valor somava US$ 1,3 milhão, equivalente a R$ 6 milhões.

Julija Adlesic foi levada às pressas para um hospital na cidade de Ljubljana, capital da Eslovênia, após supostamente sofrer um acidente doméstico, em 2019. Aos médicos, ela e o namorado contaram que a jovem havia tido uma mão cortada enquanto podava uma árvore, de acordo com a BBC.

Foto: Reprodução

Contudo, ela chegou ao pronto-socorro sem a mão decepada. Desta forma, o ferimento seria considerado permanente. Entretanto, a parte do corpo em questão foi recuperada e recolocada em Julija pelos profissionais de saúde.

Para assistir trechos do depoimento e ler a matéria completa no portal Metrópoles, parceiro da Banda B, clique aqui.