Sofia Zhukova, de 81 anos, que ficou conhecida por ser uma assassina em série que fazia doces com a carne das vítimas, morreu de Covid-19 na prisão, antes do julgamento na Rússia. Segundo o jornal The Sun, ela foi acusada de matar três pessoas de maneira brutal, inclusive uma criança de 7 anos.

 

Foto: Reprodução

 

Ela foi levada para o hospital assim que contraiu a doença e morreu no dia 29 de dezembro. A notícia da morte só foi divulgada agora.

Vídeos em que Zhukova mostrava para os investigadores como usou um machado para assassinar uma das vítimas foram mostrados durante o processo de julgamento, que ainda não havia se encerrado.

A polícia russa investiga se outros quatro assassinatos estão ligados à Sofia.

Para ler a matéria completa no Portal Metrópoles, parceiro da Banda B, clique aqui.