A presidência da França afirmou neste sábado que o presidente Emmanuel Macron tem estado de saúde “estável”, após nesta semana ter sido revelado que ele contraiu a covid-19. A nota, assinada pelo médico chefe da presidência do país, Jean-Christophe Perrochon, diz que Macron continua a apresentar sintomas da doença, como tosse, fadiga e dor muscular, mas segue trabalhando.

O comunicado informa que exames são realizados com regularidade pela equipe médica da presidência e que os resultados têm sido “tranquilizadores”.