Daniel Cuthbert, 42, foi condenado a dois anos de prisão em Northamptonshire, na Inglaterra, acusado de se passar pela mãe morta e embolsar 56 mil euros (cerca de R$ 350 mil) do próprio pai.
Cuthbert roubou as economias guardadas pelo pai em uma conta bancária entre 2017 e 2018, segundo reportaram as autoridades inglesas à imprensa local.

Foto: Reprodução

O rapaz telefonava para a agência bancária, imitava uma voz feminina e se fazia passar pela mãe, que havia morrido há alguns meses antes do início do golpe ele repetiu as ligações em pelo menos nove ocasiões.

Além disso, o inglês também teria se passado pelo próprio pai para desviar o dinheiro guardado no banco.

O pai começou a perceber que havia algo errado ainda em 2017 e questionou ao filho, que negou. O homem, então, teria acreditado no herdeiro até ser notificado de que perderia a casa por dívidas atrasadas que ele sequer sabia da existência.

A atitude de Daniel Cuthbert foi descrita como “desprezível” pelo sargento Mike Rogers, membro da força policial de Northamptonshire. Conforme o agente, o rapaz “representou falsamente o pai e até mesmo a falecida mãe”.

Em depoimento, Cuthbert admitiu a fraude e foi condenado a dois anos de prisão por um tribunal na última quinta-feira (13).

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Filho é condenado após se passar pela mãe morta e roubar R$ 350 mil do pai

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.