As exportações da China mantiveram forte desempenho em setembro, à medida que a continuidade da recuperação global impulsionou a demanda externa. Dados do órgão alfandegário chinês mostram que as exportações da segunda maior economia do mundo apresentaram expansão anual de 9,9% em setembro, depois de crescerem 9,5% em agosto ante igual mês do ano passado. O resultado veio levemente acima da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam alta de 9,6% no mês passado.

(Tânia Rêgo/Agência Brasil)

 

As importações tiveram alta anual de 13,2% em setembro, após diminuírem 2,1% em agosto. O consenso do mercado para o último mês era de incremento bem menor, de 0,54%.

Em setembro, a China registrou superávit comercial de US$ 37,00 bilhões, menor que o saldo positivo de US$ 58,93 bilhões do mês anterior e também bem abaixo da projeção de US$ 58,40 bilhões de analistas.