Autoridades da Dinamarca ordenaram o abate de todos os visons em criadouros do país – uma quantidade estimada em até 17 milhões – após ter sido verificada uma mutação do novo coronavírus nos animais que já infectou 12 pessoas. De acordo com o governo dinamarquês, o caso tem potencial para ameaçar a eficácia de uma futura vacina contra a Covid-19.

(Foto: EBC)

 

Maior produtor global de visons – pequenos mamíferos usados na fabricação de casacos de pele – o país nórdico já havia abatido animais de fazendas anteriormente por causa de infecções pelo vírus, mas os surtos persistiram.

“A mutação do vírus via visons pode criar o risco da futura vacina não funcionar como deveria. É preciso abater todos os visons”, afirmou a primeira-ministra dinamarquesa, Mette Frederiksen, em uma coletiva de imprensa, realizada na quarta-feira (6/11).

Para ler a matéria completa no Metrópoles, parceiro da Banda B, clique aqui.