O governo da Dinamarca já identificou 214 pacientes com a mutação do coronavírus provocada por visons — as notificações são contabilizadas desde junho, e foram publicadas no site do instituto responsável por doenças infecciosas no país.

DEUTSCHE WELLE

Os visons são animais criados pela pele, que é usada na produção de casacos e outras roupas. A mutação foi encontrada nos bichos de cinco fazendas, e o governo dinamarquês afirmou que sacrificará 17 milhões de animais para evitar a disseminação do vírus.

O coronavírus vindo dos visons pode afetar a produção de anticorpos contra a Covid-19. Dos 214 pacientes com a mutação, 12 tinham a mudança específica que age contra o sistema imunológico.

Para ler a matéria completa no Metrópoles, parceiro da Banda B, clique aqui.