A indústria de eventos foi uma das que mais sofreu com o distanciamento social provocado pela pandemia do coronavírus. Milhares de shows ao redor do mundo foram cancelados ou remarcados até que seja descoberta uma maneira de promovê-los sem colocar em risco a saúde da plateia.

 

Foto: Divulgação 

Para tentar entender como o vírus se disseminaria em um show para 4 mil pessoas em local fechado, pesquisadores da Universidade Martin Luther de Halle-Wittenberg, na Alemanha, farão, no próximo dia 22 de agosto, um grande experimento.

A audiência usará máscaras e um sanitizante nas mãos que brilha no escuro para detectar as áreas mais tocadas durante o concerto. Cada participante terá também um colar com GPS para que os pesquisadores possam acompanhar sua trajetória dentro do espaço onde será realizado o espetáculo.

Para ler a matéria completa do Portal Metrópoles, parceiro da Banda B, clique aqui.