O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, 55, que está com Covid-19 (doença provocada pelo novo coronavírus), deve permanecer sob observação no hospital Saint Thomas, em Londres.

Segundo a assessoria do governo, o premiê está bem, mas não há previsão para a saída.

Na manhã desta segunda (6), ele escreveu em uma rede social que “está de bom humor e passou bem a noite”. O premiê foi internado às 20h do domingo (5), por recomendação médica, já que sintomas da doença como febre e tosse não estavam cedendo durante o autoisolamento.

 

 

No hospital, ele deve fazer exames de sangue e de imagem para verificar o estado dos pulmões, rins e fígado, além de eletrocardiograma.

A assessoria do governo chamou de “desinformação” nota de jornalista russo dizendo que ele havia sido colocado em equipamento de respiração. Segundo o governo, Boris continua trabalhando. O secretário de Relações Exteriores (equivalente a ministro), Dominic Raab, coordena as reuniões em seu lugar.

Em pesquisa feita pelo instituto YouGov nesta segunda, 45% dos britânicos opinaram que o premiê deveria se afastar do cargo enquanto estivesse doente, e 42% defenderam que ele continue à frente do governo.