Os usuários de WhatsApp no Brasil enviam quatro vezes mais áudios que os de qualquer outro país, disse Mark Zuckerberg, CEO da Meta, empresa que também é dona do Facebook e do Instagram.

O executivo apareceu em vídeo durante o evento Meta Conversations, realizado em São Paulo na quinta-feira (6) para anunciar novidades do aplicativo -e brincou chamando-o de “Zap Zap”, à moda brasileira.

“Um país que realmente abraçou o poder da mensageria para se conectar, expressar-se e fazer negócios. Vocês tornaram o ‘Zap Zap’ algo próprio e vocês estão entre as pessoas mais ativas do mundo no app”, disse ele na transmissão.

Foto: Reprodução

Entre as novidades anunciadas está o lançamento do Meta AI em português em julho. O robô com inteligência artificial da empresa usa o Llama 3, modelo de linguagem anunciado em abril.

Presente em todas os apps da Meta, a IA funciona como uma conversa com outros usuários, na qual será possível interagir, fazer perguntais e gerar imagens, como no ChatGPT e no Google Gemini.
“Nosso objetivo é construir o melhor serviço de IA do mundo, tanto em qualidade quanto em usabilidade”, disse Zuckerberg no vídeo.

WhatsApp Business, versão para empresas, também vai receber atualizações com recursos de IA. Em breve, a tecnologia será usada para responder às questões mais frequentes que os negócios recebem na plataforma e para criar anúncios.

A Meta também disponibilizou a opção de pagamentos via Pix para compras feitas na plataforma.
Nesta semana, o recurso de criação de figurinhas com IA começou aparecer para usuários do WhatsApp no Brasil. O recurso, assim como o Meta AI, estava disponível desde abril em outros países.

As novidades fazem parte de um pacote de inteligência artificial anunciado em setembro. A Meta quer aproveitar-se de sua base de mais de 4 bilhões de usuários para se destacar em um mercado ainda emergente.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Brasil envia mais áudios no WhatsApp do que qualquer outro país, diz Zuckerberg

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.