O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, deixou nesta quinta (9) a terapia intensiva onde estava internado desde a noite de segunda (6), no hospital Saint Thomas, em Londres, por complicações da Covid-19 (doença provocada pelo novo coronavírus).

Segundo o comunicado do governo britânico, “ele está extremamente de bom humor”.

Boris permanece no hospital, “onde receberá um monitoramento rigoroso”, segundo a nota.

 

Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson. Foto: Agência Brasil

 

Diagnosticado no final de março, o premiê havia se autoisolado, mas os sintomas pioraram depois de uma semana, levando-o a se internar no hospital no último domingo (5).

Na segunda, com nova piora, foi internado na UTI para fazer tratamento com oxigênio. Não chegou a ser entubado.