Centenas de estudantes estão sendo procurados depois que homens armados invadiram uma escola secundária no noroeste da Nigéria na noite de sexta-feira (11).

Os agressores chegaram em motocicletas e começaram a atirar para o alto, gerando correria e levando as pessoas a fugirem, disseram testemunhas.

Eles tinham como alvo a Escola Secundária de Ciências do Governo, onde viveriam mais de 800 alunos, no estado de Katsina.

Foto: Reprodução/BBC News Brasil

Mais de 200 estudantes foram resgatados até a publicação desta reportagem. O Exército e a Força Aérea nigeriana se juntaram na busca pelos desaparecidos.

Moradores dos arredores do internato, que é restrito a estudantes meninos na área de Kankara, disseram à BBC que ouviram tiros por volta das 23h (19h, no horário de Brasília) na sexta-feira, e que o ataque durou mais de uma hora.

O pessoal de segurança da escola conseguiu afastar alguns dos agressores antes que os reforços policiais chegassem, informaram as autoridades locais.

Em nota, neste sábado, a polícia disse que, durante uma troca de tiros, alguns dos atiradores foram forçados a recuar.

Para ler a matéria completa na BBC News Brasil clique aqui.