Após os quatro dias iniciais do acordo de cessar-fogo entre Israel e Hamas, prorrogado nesta segunda-feira (27), ainda há ao menos seis pessoas menores de 18 anos mantidas reféns do grupo terrorista em Gaza, segundo o jornal The Times of Israel.

Os termos do acordo para a trégua, iniciada na última sexta (24), estabeleciam que todos os reféns a serem libertados seriam mulheres ou menores de 19 anos de idade -se levada em conta essa faixa etária, são nove menores de 19 anos ainda sequestrados em Gaza.

170112918365652bdf6e839_17011291
Eitan Yahalomi, 12, é levado por integrantes do Hamas para uma equipe da Cruz Vermelha, que então o entregaria para o Exército de Israel – Foto: Hamas – 27.nov.23/AFP

Os irmãos Bibas

Um dos ainda reféns é o bebê Kfir Bibas, de dez meses de idade. Ele é o mais jovem dos reféns mantidos em Gaza desde 7 de outubro. Kfir foi sequestrado ao lado da família -a mãe Shiri, o pai, Yarden, e o irmão maior, Ariel, no kibutz de Nir Oz, onde moravam. Ao menos 180 moradores foram mortos ali pelos terroristas.

O caso das duas crianças ruivas, apelidadas de “the reds”, comove o país diante da ausência de uma sinalização de quando poderiam ser libertadas. A angústia cresce devido ao fato de que, segundo as Forças de Defesa de Israel, a família teria sido sequestrada pelo Hamas e logo depois transferida para outra facção terrorista em Gaza.

Eles estariam em Khan Yunis, região no sul da faixa palestina, segundo o porta-voz militar Avichay Adraee. “Na prisão do Hamas são detidas crianças com menos de um ano de idade que não veem a luz do dia há mais de 50 dias”, escreveu ele no X nesta segunda-feira.

Gali Tarshansky, 13

A menina Gali Tarshansky foi sequestrada na casa onde morava com o pai e o irmão no kibutz de Be’eri. De acordo com a mídia israelense, ela perdeu o irmão, Lior, 15, assassinado pelos terroristas. Com o pai, Ilya, conseguiu fugir pela janela da casa, mas foi na sequência capturada.

Amit Shan, 16

O adolescente, também morador do kibutz de Be’eri, foi sequestrado na casa da família, em seu quarto, após homens do Hamas invadirem o espaço e ameaçarem sua mãe, Tal. Ela havia reunido Amit e outros dois filhos que estavam em casa no quarto dele.

Os terroristas exigiram que todos saíssem do quarto, considerado o espaço seguro da casa, e levaram, além de Amit, seu vizinho Yossi Sharabi, que também estava ali, e o namorado da irmã de Yossi, Ofir Engel, colocados em um carro preto, segundo descrição dos parentes. Amit completou 16 anos em cativeiro.

Ofir Engel, 18

Cidadão holandês-israelense, ele também completou mais um ano de vida enquanto é mantido refém em Gaza. Ofir morava em Jerusalém, mas naquele dia visitava a namorada nas comunidades do sul.

Aisha Zaidna, 17

A adolescente foi sequestrada no kibutz de Holit ao lado do pai, Yosef, e de dois irmãos, Hamza e Belal, enquanto todos trabalhavam no campo. Hamza era pai de 19 filhos e trabalhava em um estábulo com alguns deles. Conhecidos relataram à mídia local que eles eram pessoas simples, que atuavam com trabalhos agrícolas manuais.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Ao menos 6 menores de idade ainda são mantidos reféns pelo Hamas em Gaza

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.