A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, disse a líderes de sua União Democrata Cristã (CDU) nesta segunda-feira que a taxa de infecções por coronavírus do país pode chegar a 19.200 por dia se a tendência atual se mantiver, mas enfatizou que a economia precisa continuar ativa, disse uma fonte do partido.

As infecções estão aumentando na Alemanha há semanas. Dados do Instituto de Doenças Infecciosas Robert Koch (RKI) mostraram que o número de casos confirmados de coronavírus aumentou em 1.192 nesta segunda-feira. A quantidade de casos saltou para mais de dois mil em alguns dias recentes.

“Se a tendência se mantiver como está agora, teremos 19.200 infecções por dia. É como em outros países”, disse Merkel em uma videoconferência da liderança da CDU, disse o jornal Bild.

 

 

Uma pessoa a par da conferência confirmou a tendência à Reuters, acrescentando que a chanceler baseou o número em projeções e que se referia ao período que culminará no Natal.

“Precisamos conter as infecções rapidamente e intervir”, disse Merkel, de acordo com a fonte partidária. “Precisamos estabelecer prioridades, a saber, manter a economia funcionando e manter escolas e creches abertas. O futebol é secundário por hora.”

Os torcedores têm permissão de assistir partidas do Campeonato Alemão se as cotas de infecções não forem muito altas localmente, e os estádios podem receber 20% de sua capacidade.

O Bild disse que Merkel considerou o número de infecções na Europa preocupante e declarou que a Alemanha precisa fazer de tudo que pode para evitar que as cifras voltem a subir exponencialmente.