Quando sairá a vacina contra o novo coronavírus? Até quando vai a pandemia? Quais as previsões para o cenário político? E no futebol, o que vem por aí? Em entrevista ao GMC Online, José Ferreira dos Santos, o famoso Carlinhos Vidente, fez novas previsões agora sobre a pandemia do coronavírus.

Atualmente Carlinhos mora em Apucarana (cerca de 60 quilômetros de Maringá). Garante que não mexe com macumba e diz que vive hoje de doações e do dinheiro que recebe do Youtube. Ficou conhecido no mundo inteiro quando falou que Neymar não jogaria nos dois últimos jogos. Também acertou os quatro times que iriam para a final e que o Brasil não ganharia a Copa e ainda que levaria um gol atrás do outro, se jogasse com a Alemanha. Previu ainda a queda do avião da Chapecoense, em um programa ao vivo com a Olga Bongiovanni, o impeachment de Dilma Rousseff e a subida do Paraná Clube em 2017.

Mas ele também errou. À Banda B, disse em agosto de 2017 que Álvaro Dias seria o novo presidente da República.

Carlinhos, Vidente – Divulgação

Sobre a pandemia, diz: “A pandemia não acabou e não está acabando. Estamos ouvindo mentiras que
vêm pela televisão, dos profissionais políticos, que falam que ela está acabando para, justamente, ter a eleição. Escreve o que estou falando, 10 ou 15 dias depois da eleição, você vai ver a quantidade de gente que vai morrer, muito mais do que agora. E eles vão falar que é a segunda onda da pandemia, que é mentira. A onda é a mesma, a curva é a mesma. (…) Eu calculo de 250 a 300 mil mortos até o começo de 2022. Além disso, de cada 50 pessoas que pegarem o coronavírus, em pelo menos 10 o mesmo coronavírus vai voltar e mais forte”, diz.

Leia a entrevista completa de Carlinhos AQUI no GMC Online, parceiro da Banda B