Por Marina Sequinel e Antônio Nascimento

Segundo Sindimoc, ônibus estão parados em todos os terminais de Curitiba e região metropolitana. (Fotos: Antônio Nascimento – Banda B e Divulgação)

Os ônibus do transporte coletivo de Curitiba e região ficaram sem circular das 15h às 16h desta segunda-feira (24). A promessa foi cumprida pelo Sindicato dos Motoristas e Cobradores (Sindimoc), em um gesto de luto pela morte do motorista Edmilton José de Melo, de 45 anos, durante um arrastão na linha Curitiba/Jardim Paulista em Colombo, na região metropolitana de Curitiba, na noite de sábado (22).

Segundo o Sindimoc, o principal objetivo do ato, que teve concentração na Praça Rui Barbosa, é pedir por mais segurança aos motoristas e cobradores do transporte coletivo. “Nós perdemos um companheiro de serviço e não podemos permitir que isso aconteça com os outros. O que queremos é a implantação de câmeras nos ônibus de forma imediata. Hoje, o marginal tem a certeza da impunidade, ele sabe que não será identificado, o que incentiva a violência”, disse Anderson Teixeira, presidente do sindicato, em entrevista à Banda B.

Às 17h, os representantes da categoria devem se reunir com a Urbanização de Curitiba (Urbs), a Coordenação da Região Metropolitana (Comec) e com o Sindicato das Empresas do Transporte Coletivo (Setransp) para tratar sobre o assunto. “Nós precisamos resolver isso. O impacto de um assalto é brutal. Imagine para a cobradora que viu o companheiro ser assassinado. Isso vai marcar a vida e o trabalho dela para sempre. Vários trabalhadores que fizeram o mesmo trajeto que o Edmilton também ficaram muito abalados. Um deles me contou que chorou durante toda a viagem”, completou Teixeira.

O motorista Edmilton foi morto durante um arrastão na linha Curitiba/Jardim Paulista na noite de sábado.  Na ocasião, três homens e uma mulher entraram no coletivo no ponto da BR-116, na Vila Zumbi dos Palmares, e deram voz de assalto. “Eram 20 pessoas no coletivo e o motorista fez a parada para um casal que estava no ponto entrar. Em seguida, outros dois subiram com arma em punho para fazer o arrastão. Não se sabe a razão, mas um deles atirou contra o motorista”, descreveu o tenente J. Silva.

Casado e pai de dois filhos, Edmilton foi sepultado neste domingo (23) em Bocaiúva do Sul, onde ele morava.

Notícia relacionada