A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba orienta que pessoas com sintomas leves de infecção respiratória não procurem as unidades básicas de saúde e as Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs). O objetivo é evitar a proliferação de doenças respiratórias e também preservar a rede de atendimento de saúde para os casos graves.

(Foto: SMCS)

“Grande parte dos casos do novo coronavírus são leves e com boa resolução, assim como outros quadros respiratórios”, diz a secretária municipal da Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak. Para estes casos, a orientação é realizar isolamento domiciliar voluntário por 14 dias.

Além disso, todos que chegam de viagem do exterior e dos estados do Rio de Janeiro e São Paulo, onde já há transmissão comunitária do novo vírus, devem permanecer em isolamento domiciliar por sete dias, se não houver sintomas. Aqueles que chegam de viagem e apresentam febre e sintomas respiratórios devem realizar o isolamento domiciliar por 14 dias.

Casos graves

Antes de buscar uma unidade de saúde ou UPA, aqueles com sintomas respiratórios agudos (falta de ar ou febre por mais de 24 horas) devem entrar em contato com a central (41) 3350-9000, para receber orientação sobre o local para receber atendimento de saúde.