Uma guerra de facções na disputa pelo comando do tráfico de drogas em Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), acabou provocando ao menos duas mortes e levou um dos suspeitos à prisão nesta segunda-feira (6). O suspeito preso, de 30 anos, seria responsável, segundo a Polícia Civil do Paraná (PCPR), pelo homicídio de Izaías Barbosa, de 29 anos, ocorrido no dia 18 de maio, na mesma cidade. Para vingar a morte de Izaías, uma amiga do suspeito preso, Fernanda de Lima, também foi assassinada dias depois.

Local do assassinato no dia 18 de maio – Foto Colaboração

As informações sobre a prisão e a guerra de facções foram repassadas nesta quarta-feira (8), pelo delegado Tiago Dantas. Segundo ele, Izaías foi morto após, supostamente, ter participado de uma tentativa de homicídio contra o suspeito preso.

“O autor chegou de moto e atirou contra a vítima diversas vezes. O motivo seria uma desavença entre os dois já que o suspeito teria sido vítima de uma tentativa de homicídio no final do ano passado com a participação de Izaías. Os tiros acertaram o braço e no dia dos fatos ele voltou vingar este ataque. Temos a confissão informal e aguardamos o advogado para realizar o interrogatório. Além disso, um celular foi apreendido contendo um áudio em que o suspeito assume ter matado Izaías”, afirmou o delegado.

O crime aconteceu no dia 18 de maio deste ano, no bairro Cachoeira,  em Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba. Um vídeo rápido mostra o momento dos tiros de pistola calibre 9mm (assista abaixo).

O homicídio foi registrado na Rua Professor Antônio Rodrigues Dias. Moradores da região relataram ter ouvido aproximadamente 20 disparos.

O suspeito seria integrante de facção criminosa e é investigado por vários outros homicídios, que teriam sido motivados por disputas relacionadas ao tráfico de drogas.

Morte de amiga

Ainda segundo o delegado, dias depois, amigos de Izaías mataram a jovem Fernanda de Lima para vingar o homicídio. Fernanda seria amiga do suspeito preso. “É uma guerra de facções pelo tráfico na região. Esta jovem foi morta como vingança pelo assassinato de Izaías”.

A polícia busca identificar outro suspeito que estava na moto usada no crime no dia 18 de maio.

O suspeito, que não teve o nome revelado,  foi preso em virtude de mandado de prisão temporária. A captura foi feita pela Polícia Militar, na segunda-feira (6), em Paranaguá, no Litoral do estado.