Por Marina Sequinel e Luiz Henrique de Oliveira

No começo do mês, com -6,1°C, São Joaquim (SC) bateu recorde de frio no sul do país em 2017. (Foto: Arquivo/São Joaquim http://saojoaquimonline.com.br)

O Instituto Meteorológico Foreca, de modelo europeu, prevê neve em Curitiba e na região metropolitana (RMC) para a próxima semana. Segundo o instituto, que trabalha com previsões para períodos mais longos, na terça-feira (18) a temperatura mínima será de 0°C na capital paranaense, com máxima de 9°C – condições favoráveis para o fenômeno.

O mesmo cenário é projetado para cidades como Urubici e São Joaquim, em Santa Catarina, e Gramado, no Rio Grande do Sul. Nesses casos, no entanto, a neve será mais abundante.

Segundo o Foreca, a queda de temperatura tem como culpada uma massa de ar frio que se desloca para o Sul do país no início da semana que vem. O ‘veranico’ que os paranaenses viveram nos últimos dias deve acabar na segunda, quando o tempo ficará mais gelado.

O que diz o Simepar

O Instituto Tecnológico Simepar, que faz previsão para períodos menores, informou que a chegada da próxima onda de frio na Grande Curitiba deve ser a mais intensa desde o começo do inverno. Não é possível, porém, confirmar a queda de neve na capital e RMC, já que o fenômeno exige condições específicas para acontecer.

“Essa é uma situação muito particular, por isso a imprevisibilidade. O que nós podemos dizer é que Curitiba terá bastante umidade entre segunda e terça, mas faltará frio para a neve. Isso porque a temperatura mínima deve ser de 4ºC, 5°C no dia 18. Para o fenômeno acontecer, a superfície precisa registrar de 2ºC ou 3°C”, explicou o meteorologista Samuel Braun.

De acordo com ele, apesar da incerteza, não há como descartar por completo a possibilidade de neve. “A situação pode mudar e, talvez, a gente tenha esse 1°C ou 2°C a menos necessários. No começo da semana, o resfriamento será forte, após chuvas fracas, com o tempo encoberto e sensação de muito frio, principalmente por causa dos ventos. Há ainda previsão de geada para o interior do Paraná, onde o céu ficará mais aberto”, afirmou.

Confira a previsão completa aqui.

Notícias relacionadas