Do Portal Extra

O americano Kenneth Manzanares, de 39 anos, foi preso após confessar que matou a própria mulher, Kristy Manzanares, também de 39 anos, durante um cruzeiro pelo Alasca, nos Estados Unidos. De acordo com o FBI (polícia federal americana), o acusado disse que cometeu o crime porque a mulher não parava de rir dele. Kristy foi encontrada morta a bordo do navio com graves feridas na cabeça.

(Foto: Reprodução)

“Ela não parava de rir de mim”, disse Kenneth, segundo o relatório registrado pelo FBI.

Nesta quinta-feira, ocorreu a primeira audiência sobre o caso, em Juneau, onde Kenneth está preso. Ele foi acusado de homicídio após ser encontrado com sangue nas mãos, nas roupas e no chão da cabine do navio Princess Cruises, onde estava com a mulher, na noite desta terça-feira. As informações constam de uma denúncia criminal feita pelo FBI.

Para ler a matéria completa no Extra clique aqui.