Da Redação com SMCS

A partir de ontem, a FAS passa a concentrar o serviço de guarda-pertences para a população de rua na unidade localizada na Rua Dr. Faivre, no Centro. (Foto: Arquivo/Daniel Caron)

O prefeito Rafael Greca mandou fechar o guarda-volumes para moradores de rua na Praça Osório, no Centro de Curitiba, nesta segunda-feira (9). Agora, a Fundação de Ação Social (FAS) passa a concentrar o serviço exclusivamente na unidade localizada na Rua Dr. Faivre, também na região central.

A medida, segundo a prefeitura, faz parte de um projeto de revitalização das praças da cidade, que prevê a requalificação de espaços públicos e a intensificação do trabalho da Guarda Municipal. “Eu mandei fechar o guarda volumes para moradores de rua na Praça Osório para retomar para as crianças e famílias de Curitiba o playground e aquele espaço nobre do nosso centro urbano que foi urbanizado em 1874”, escreveu o prefeito no Facebook.

A assessora da FAS, Maria Alice Erthal, afirmou que cerca de 15 pessoas usavam o guarda-pertences na Praça Osório diariamente. “Não estamos extinguindo um serviço e, sim, adequando um trabalho que continua a ser oferecido às pessoas em situação de rua”, disse.

Serviço

O guarda-pertences que funciona na Rua Dr. Faivre, nº 1212, também recebe 15 usuários por dia, em média, e tem espaço físico para atender a demanda, segundo a prefeitura. O serviço receberá o reforço de dois funcionários, ex-moradores de ruas, que trabalhavam na unidade da Praça Osório.

O serviço de guarda-pertences é desenvolvido pela Prefeitura de Curitiba em parceria com o Instituto Pró-Cidadania. O local pode ser usado por pessoas cadastradas que, além de poder guardar pertences pessoais, roupas e colchões, têm o direito de usar gratuitamente os banheiros públicos da Urbs.

O guarda-pertences funciona diariamente, das 7h às 20h. O período para guardar os objetos pessoais é das 7h às 9h e a retirada deve acontecer das 18h às 20h. Caso uma pessoa não recolha os pertences no local após esse horário, é permitida a retirada no dia seguinte. O tempo de tolerância para a armazenagem é de 48 horas.