A estudante universitária Larissa Rodrigues Campos, de 20 anos, morreu após passar mal em uma festa eletrônica no bairro Prado Velho, em Curitiba, na tarde deste sábado (15). Ela chegou a ser levada ao Hospital Cajuru, mas acabou não resistindo.

(Foto: Facebook)

 

Em áudio que viralizou no aplicativo WhatsApp, um familiar de Larissa, que se diz tio dela, afirmou que a jovem teria sido envenenada, depois de alguém colocar droga na bebida da estudante. Amigas da vítima também garantem que ela não seria usuária de drogas.

A Polícia Civil investiga um possível envenenamento ou uma overdose pelo consumo de drogas. Um laudo deverá ser emitido nos próximos 30 dias.

Os responsáveis pela festa enviaram nota à imprensa:

Antes de tudo, lamentamos profundamente o triste fato ocorrido no início da tarde do último sábado. São décadas de atuação no mercado do entretenimento, levando diversão para milhares de pessoas, e nunca imaginamos passar por algo parecido. Não existem palavras para descrever nosso sentimento.

A jovem reclamou de seu estado de saúde momentos depois de entrar no evento. Na sequência, foi prontamente atendida em nosso ambulatório, que contava com todos os profissionais e equipamentos necessários para realização dos primeiros socorros.

Após o atendimento inicial, ela foi encaminhada para o Hospital Cajuru, seguindo os procedimentos exigidos em casos com essa complexidade.

A organização do evento se coloca à disposição dos familiares e das autoridades responsáveis para ajudar em tudo o que estiver ao nosso alcance.