Por Felipe Ribeiro e Luiz Henrique de Oliveira

portal

O diretor geral site de relacionamentos extraconjugais AshleyMadison.com, Eduardo Borges, afirmou em entrevista à Banda B nesta segunda-feira (27) que está confiante que o Atlético irá aceitar a proposta de R$ 4 milhões para a empresa obter o naming rights da Arena da Baixada pelos dois meses da Copa do Mundo. Confira a entrevista completa no player acima.

arenanamingrightsFoto: Divulgação CAP S/A

“Nós ainda não recebemos uma resposta oficial do Atlético, mas estamos otimistas que o negócio dará certo. Hoje os clubes têm receio de relacionar a marca a um site de traições, mas é importante frisar que o site não aumento o número de ‘puladas de cerca’, ele apenas facilita isso”, disse.

Sobre a possibilidade de estender o patrocínio, Borges disse que a empresa está totalmente aberta, uma vez que a empresa conta com R$ 10 milhões em caixa para investir em patrocínios e marketing no Brasil. “Estamos 100% abertos a negociação. O nosso site é destinado para o público masculino, uma vez que mulheres não pagam para usar o site, então o segmento esportivo é muito bom para nós”, explicou.

Para a Copa, Borges comentou que seria excelente ter a marca no evento, principalmente pelo setor turístico, uma vez que o site opera em 31 países. “O site é bem visado entre o público americano, por exemplo, então o turista que quiser alguma coisa no Brasil irá nos procurar, por isso a nossa procura ao Atlético”, comentou.

A oferta de R$ 4 milhões foi feita diretamente pelo CEO do AshleyMadison, Noel Biderman, para o presidente Mario Celso Petraglia e o diretor de Marketing, Mauro Holzmann. Em troca, o site de relacionamentos extraconjugais teria direito aos naming rights do estádio durante os meses da copa (junho e julho), mudando o atual nome para “Arena Ashley Madison”.