A cidade de Pinhais se destaca pelos investimentos nos últimos anos em diversas áreas de mobilidade urbana. Entre eles está a criação de pistas exclusivas para ciclistas.  O município metropolitano tem quase 100% das suas ruas pavimentadas e atualmente a cidade conta com aproximadamente 33 km de ciclovias ou ciclofaixas, além de outros quilômetros de vias compartilhadas entre ciclistas e pedestres.

(Foto: Divulgação)

 

A prefeita de Pinhais, Marli Paulino, explicou a importância das ciclovias para toda a cidade. “Antes do ex-prefeito Luizão Goulart (hoje deputado federal) assumir, tínhamos muitas ruas de chão, com lama e pó. Nós sempre tivemos como objetivo tirar as pessoas disso. Agora, estamos conseguindo pensar nas calçadas e ciclovias para os moradores, que sempre foi uma cobrança da população. Isso traz muita qualidade de vida as pessoas. Aqui em Pinhais, você consegue fazer tudo de bicicleta”, destacou, em entrevista à Banda B.

Marli falou ainda sobre as obras que não param mesmo com a pandemia. “Ninguém esperava isso, mas todos estamos tendo que enfrentar. Nosso pessoal continuou com as obras, com toda a segurança e adaptação necessária. Então, temos que dar continuidade por ser um serviço essencial”, salientou a prefeita.

Marli Paulino, prefeita de Pinhais. Foto: Divulgação/Prefeitura de Pinhais

As ciclovias

As ciclovias ligam os bairros da cidade, pontos turísticos e ainda espaços de lazer, como os Parques Lineares, estes têm vários atrativos esportivos/recreativos e estão localizados em diversos pontos de Pinhais. Soma-se a estes a Ciclorrotas Nascentes do Iguaçu, circuito turístico que conta ainda com os municípios de Piraquara e Quatro Barras.

A malha cicloviária de Pinhais, além de ser uma das opções de atividade física e lazer para a população de Pinhais, contribui para o trabalhador que utiliza a bicicleta como meio de transporte no seu dia a dia, agilizando a sua locomoção e contribuindo com a fluidez no trânsito da cidade.

A Rodovia Deputado João Leopoldo Jacomel (PR-415) tem a maior ciclovia da cidade, com mais de 6 km. Ela liga Curitiba a Piraquara e percorre os bairros: Estância Pinhais, Emiliano Perneta, Centro, Pineville, Jardim Amélia, Maria Antonieta e Parque das Águas, fazendo a ligação do extremo oeste com o leste.

A Avenida Maringá, no bairro Emiliano Perneta, que inicia na PR-415, segue sentido Colombo até a Estrada da Graciosa, conta com aproximadamente 2,5 km de ciclovia, e nela já está em construção a segunda fase da duplicação, onde serão construídos mais 1 km de via exclusiva para ciclistas. No outro lado da Avenida Maringá, na Rua 24 de Maio, a ciclovia tem 1,5 km e liga os bairros Estância Pinhais e Weissópolis. Estes dois trechos ligam o sul com o norte da cidade.

No Weissópolis, a Rua Rio Paranapanema ganhou recentemente nova ciclovia, com aproximadamente 2 km, faltando apenas a pintura das faixas, o que acontecerá nos próximos dias. Ainda neste bairro, a Avenida Iraí conta com mais de 2,1 km de pista destinada somente para ciclistas, começando próximo ao Autódromo, seguindo até a divisa com Piraquara, percorrendo ainda o bairro Vargem Grande. Outra rota com mobilidade para ciclista está Avenida Ayrton Senna da Silva, com quase 4 km e percorrendo alguns bairros da cidade.

Além de outras, Pinhais conta ainda com a ciclovia existente dentro do Parque das Águas, com mais de 3 km; as que margeiam o Rio Atuba, no Parque Linear no Estância Pinhais, com cerca de 2km, e no Emiliano Perneta, mais 2 km e que, em alguns trechos, foram construídos recentemente, além das ciclovias no Parque Linear às margens do Rio Iraí, ligando o Weissópolis com o Vargem Grande, onde tem mais de 4 km.

Soma-se ainda a essas ciclovias a ciclofaixa na Rua Guilherme Weiss (Estância Pinhais), com mais de 1 km de extensão, e as pistas localizadas nas ruas Salgado Filho (mais de 1 km – Centro) e Floral (quase 2 km – Alto Tarumã). Além dessas, outras ciclovias estão projetadas para serem concluídas ainda neste ano.

Ciclorrotas Nascentes do Iguaçu

Lançada em agosto do ano passado, o circuito para ciclistas é uma iniciativa das Prefeituras de Pinhais, Piraquara e Quatro Barras. Com uma extensão total com mais de 42 km, percorrendo os três municípios, o circuito conta ainda com Rotas Menores Temáticas, com 13 pontos que somadas tem mais de 255 km. Em Pinhais, essas Rotas são divididas em quatro: Cervejeira (10 km), Caminho das Águas (mais de 15 km), Ecológica (mais de 7 km) e Curitiba-Parque das Águas (cerca de 6 km).