Por Pedro Caramuru

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta segunda-feira (11) que foram repassadas durante o fim de semana todas as informações complementares requeridas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ao Instituto Butantan para liberação do uso da vacina Coronavac.

O governador de São Paulo, João Doria – Foto Divulgação
Segundo Doria, “chama a atenção” o fato que as informações fornecidas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), entidade ligada ao Ministério da Saúde e ao governo federal, estavam completas e o relatório de 12 mil páginas do Butantan não.

O governador tucano sustentou que o início da vacinação no Estado de São Paulo está mantido para o dia 25 de janeiro. De acordo com Doria, o prazo de 10 dias para análise pela Anvisa já está em curso.