O dirigente do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) do Paraná Ênio Pasqualin foi assassinado a tiros. Os investigadores estimam que o crime tenha ocorrido entre a noite de sábado (25/10) e a manhã deste domingo (26/10), em Rio Bonito do Iguaçu, cidade do interior do estado, onde vivia com sua família.

(Foto: Reprodução Redes Sociais)

 

De acordo com o MST, Ênio estava com a família em sua casa, no Assentamento Ireno Alves dos Santos, quando foi surpreendido por um grupo armado.

O bando invadiu sua casa e o levou utilizando o carro do próprio militante.

De acordo com informações da Polícia Militar, a mulher da vítima relatou que o grupo chegou a pé, efetuou disparos no local, roubou documentos, celulares e outros objetos pessoais e, finalmente, saiu com o dirigente em sua caminhonete.

Para ler a matéria completa no Metrópoles, parceiro da Banda B, clique aqui.