O Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM-PR) emitiu, na manhã desta terça-feira (1), um alerta máximo devido aos números da covid-19. Segundo o documento, a capacidade operacional está máxima no sistema de saúde, devido a falta de vagas de internamento para pacientes contaminados.

(Foto: AEN)

De acordo com o CRM-PR, os profissionais de Saúde estão em seus limites físicos e emocionais. “Afastamentos decorrentes da covid-19 são necessários aos que adoecem nas equipes. As próximas semanas serão críticas e a prevenção é o melhor caminho. Cuidem-se e evitem exposições desnecessárias”, diz a nota.

Ao mesmo tempo, a secretária municipal de Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak, desabafou na rede social Facebook, onde afirmou que tudo tem limite e que não há mais equipes para se abrir leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).