Chegou na tarde desta sexta-feira a 55 o número de pacientes em Curitiba e região metropolitana que aguardam por um leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) na rede SUS (Sistema Único de Saúde). Ainda, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), 67 pacientes aguardam por um leito de enfermaria no momento. Ontem, eram 44 pacientes aguardando leitos de UTI em Curitiba e 111 de enfermaria.

© Rovena Rosa/Agência Brasil

 

No momento, 33 pacientes estão sendo atendidos em UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) da capital necessitando de onze leito de enfermaria e 22 são casos graves, que aguardam uma vaga em UTI. Em UPAs da região metropolitana de Curitiba, são 21 pacientes que precisam de enfermaria e 20 de UTI.

Nos hospitais de Curitiba e região metropolitana e da Sesa, são 13 pacientes que precisam de leito de enfermaria e 11 de UTI. Eles recebem atendimento nos pronto-socorros da casa hospitalar. Entre ontem e hoje, para desafogar o sistema de Curitiba e região, pelo menos sete pacientes foram transferidos para hospitais do interior do Paraná (Laranjeiras do Sul e Guarapuava).