Foto: Colaboração/Banda B

A morte do motorista de um veículo Kadett, na madrugada desta sexta-feira (4), em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba, pode ter sido intencional. É o que afirma a família da vítima à polícia. Segundo os familiares de Ricardo Pazeto, ele e um suspeito teriam discutido momentos antes do acidente em um bar da região.

Motorista morreu na hora. Foto: Reprodução/Facebook

A colisão aconteceu na rua Francisco Machado Bozza, na Colônia Rio Grande, por volta das 23 horas. O Kadett seguia pela preferencial sentido bairro quando foi atingido pelo Voyage, que cruzou a via. Com o impacto, o Kadett foi arremessado contra um poste de iluminação.

O tenente Conrado, da Polícia Militar (PM), disse que o acidente foi visto por muitas pessoas que estavam na rua. “É um local tranquilo onde aconteceu o acidente, um cruzamento onde não tem tanto fluxo de veículos. Um dos envolvidos se evadiu do local, mas depois foi abordado porque populares contaram que ele estava escondido em um terreno baldio. Ele estava um pouco machucado e confessou”, contou à Banda B. Na delegacia, a família de Ricardo informou aos policiais que os dois homens teriam discutido antes do ocorrido, e que o acidente teria sido proposital, caracterizando o caso como assassinato.

O delegado Michel Carvalho, responsável pelo caso, afirmou que um suspeito foi autuado por homicídio culposo, mas que todas as investigações irão buscar esclarecer o caso. “Vamos procurar em câmeras de segurança e falar com testemunhas para eventualmente caracterizar se teve algum dolo por parte desse indivíduo. Ele se encontra preso e provavelmente fique na delegacia durante as investigações”, acrescentou Carvalho.

A Delegacia de São José dos Pinhais investiga o caso.