(Foto: TAMARA TAVARES)

 

Desde a primeira vez em que  conversou com um rapaz que dizia se chamar Álvaro, a enfermeira Luana*, de 30 anos, se encantou pelo homem. Eles se conheceram em um aplicativo de relacionamentos, no início de janeiro deste ano. Em menos de dois dias, passaram a se considerar namorados, mesmo sem nunca terem se encontrado pessoalmente.

Luana conta que se apaixonou por Álvaro por considerá-lo um homem carinhoso, bonito e bem-sucedido. Ele dizia que era defensor público recém-concursado, que havia nascido no Rio Grande do Sul e tinha se mudado havia poucas semanas para Macapá (AP), onde a mulher mora.

“Eu acreditava em tudo o que ele me dizia. Não procurei informações sobre ele, porque estava muito encantada com as atitudes dele comigo”, relata Luana à BBC News Brasil.

Em uma semana de conversa, ela recebeu flores e declarações de amor por meio do WhatsApp. Em outro momento, a enfermeira emprestou R$ 600 para Álvaro, pois ele disse que precisava do valor com urgência.

Dias depois, ela foi pedida em casamento pelo homem. Mesmo sem nunca tê-lo visto, pois ele costumava usar diferentes desculpas para não encontrá-la, a enfermeira aceitou.

Para ler a matéria completa na BBC Brasil clique aqui.